SOLUÇÕES INTELIGENTES EM COMÉRCIO EXTERIOR
Não importa onde esteja localizado seu cliente, entregaremos sua carga “Door to Door” com agilidade e segurança!
Saiba mais

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS COVID-19


Seguimos monitorando a situação do Coronavírus pelo mundo.

Update COVID-19 De acordo com informações recebidas através de nossos agentes internacionais, seguimos monitorando a situação do contágio por COVID-19 pelo mundo. 

CHINA  
Com o fim do pico do surto, boa parte do país está retornando a normalidade, porém, grande parte das cias aéreas ainda não retornaram ao fluxo de voos pré-crise. Com a retomada gradual da produção nas fábricas, as tarifas aéreas tem aumentado de forma exponencial e a garantia de espaço tem se tornado bastante limitada. O volume de cargas marítimas ainda está relativamente baixo, mas segue em viés de alta uma vez que o nível de produção fabril vem crescendo diariamente. 

EUROPA  
O epicentro do COVID-19 está neste continente e além da Itália, estamos começando a enfrentar restrições de quarentena na Espanha, Alemanha, França, Suíça, Bélgica e Holanda. Os voos da Europa para os EUA estão suspensos e com isso estamos tendo alterações diárias na malha aérea e nas rotas da maior parte das cias. KLM, Air France, Iberia, Lufthansa, TAP, British, Alitalia e Swiss (para citar apenas as mais conhecidas) já comunicaram ao mercado que  terão novas diminuições nas ofertas de voos da Europa para o resto do mundo. Dadas às restrições de coletas e entregas em boa parte do continente e o cenário de cancelamento de voos em massa, muito em breve teremos bastante dificuldades logísticas junto a Europa.  

ESTADOS UNIDOS  
Muitas empresas estão começando a dispensar seus funcionários para trabalharem em casa e pedindo aos cidadãos que evitem aglomerações. O número de infectados por lá tem crescido significativamente e o transporte interestadual pode começar a sofrer restrições em breve. Ref. as cias aéreas, a American Airlines suspendeu todos os voos para o Brasil até 06/05, com isso devemos ter um aumento de tarifas em função da redução de espaço geral no mercado e outras cias podem seguir o mesmo caminho (cancelando voos). Ref ao transporte marítimo, até o momento está ocorrendo dentro da normalidade (com eventuais atrasos nas coletas mas sem impactos significativos).  

AMÉRICA LATINA  
Alguns países da América Latina já fecharam as fronteiras a fim de evitar a propagação do vírus (uma vez que possuem sistemas de saúde frágeis que não conseguiriam lidar com o número de doentes). Argentina, Paraguai e Colômbia já tomaram esta decisão e outras economias devem seguir o mesmo caminho. O fechamento das fronteiras deve impactar principalmente o segmento exportador brasileiro, uma vez que tradicionalmente temos volume significativo de exportações para a América Latina.  

BRASIL   
O número de casos no Brasil está em viés de alta e em alguns estados já temos cancelamento de aulas, atividades públicas e grandes eventos. Contudo, o funcionamento de portos, aeroportos e demais fronteiras está ocorrendo com normalidade bem como as coletas/entregas de mercadorias. Contudo, há indícios de que muito em breve teremos novos cancelamentos de voos e dependendo do cenário do vírus no Brasil, novas medidas de isolamento social podem ser tomadas e com isso teremos impactos maiores na logística.  

Fonte:SMX